Evidências de Deus , uma fé racional

este forum tem o propósito de organizar e juntar evidências científicas, filosóficas e racionais pela existência do Deus da biblia


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Não há evidências que Deus existe. Será ?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Não há evidências que Deus existe. Será ? em Dom Jul 27, 2014 5:49 am

Não há evidências que Deus existe. Será ?

http://elohim.heavenforum.org/t141-nao-ha-evidencias-que-deus-existe-sera

Em nossa busca de Deus, onde nós começamos, muitas vezes, determina onde nós terminaremos. Se você procurar por Deus apenas para mostrar a si mesmo que ele não existe, então você não vai encontrá-lo. Mas se você o procurare como um homem faminto a procura de pão ou um homem sedento  de água, em seguida, a Bíblia  está cheia até a borda com promessas que você vai encontrá-lo. Ou, mais corretamente, que Ele vai encontrá-lo.

Ateus de costume afirmam que não há nenhuma evidência para a existência de Deus. Pergunta: É verdade? A resposta mais óbvia é um não muito retumbante. Ninguém pode afirmar que não há evidência no universo para a existência de um ser supremo. A existência do universo, sua ordem, o ajuste fino das forças fundamentais, suas galáxias, o sistema solar, a Terra, a vida com o seu sistema de informação, e sistemas biológicos complexos intrincados, a biodiversidade, bem como a consciência, moral , a habilidade da fala, e muitos outros fenômenos, são evidências, seja para o naturalismo, ou para o criacionismo e o design inteligente. Que explicação você acredita, é o mais convincente, esse é o X da questão. Então pare de fazer afirmações sem fundamento, que não há nenhuma evidência de Deus. Há apenas preferências pessoais de explicações e visões de mundo de tudo o que existe. Então ao invés de dizer, não há nenhuma evidência de Deus, o correto é dizer: O design inteligente e do criacionismo e o teísmo não são minhas explicações preferidas, por quaisquer razões que seja. No entanto,  ateus de poltrona pseudo-especialistas e filósofos do presunçoso dizem coisas estúpidas como essa o tempo todo porque eles nunca examinam e pensam sobre isso de forma profunda o suficiente para ver como é tola tal afirmação. Prova? Prove que o mundo natural é tudo que existe. Gee - Fim da discussão aqui mesmo - se você for honesto..... E irrelevante exigir provas que Deus existe, assim como é irrelevante pedir provas que o mundo natural é tudo que existe. Ponto final. Tudo que podemos fazer, é elucidar quais respostas sobre  origens fazem mais sentido, providenciar as respostas mais convincentes. E o máximo aonde podemos chegar. O que foi dito de advogados é facilmente aplicável aos ateus - são apenas 99% dos ateus que dão uma má reputação ao resto. O ateísmo forte que alega que Deus não existe, simplesmente não é - por qualquer meio - uma revindicação lógica ou justificável. Por quê? Bem, obviamente, nenhum ateu pode eventualmente oferecer qualquer prova de sua própria reivindicação que o mundo natural é tudo que há! Ele não pode oferecer qualquer justificação para um pedido tão estupendo. O ateu postula portanto exatamente o que ele acusa que os teístas fazem!

Alegando  o que não pode ser provado. Isso não é surpreendente uma vez que os ateus também veementemente e religiosamente afirmam que não há Deus  embora admitindo que eles não podem provar uma negativa! Sua posição implica que ele tem, efetivamente, procurado e profundamente examinado todas as evidências propostas de Deus e encontrou todas elas falhas. É claro que não há ateus que podem  estar cientes efetivamente de todas as evidências que podem existir a favor da existência de Deus, nem mesmo de todas as evidências propostas, porque isso exigiria um conhecimento de cada argumento a favor da existência de Deus, bem como todas as possíveis outras evidências.  Para saber que efetivamente não  há evidências  para a existência de Deus implica que o ateu  conhece todas as evidências possíveis para a existência de Deus. Não existe um único ser humano que eventualmente tem ou eventualmente um dia terá este conhecimento completo,  portanto, todas essas demissões irreverentes de todas as provas de Deus são meras pretensões arrogantes ao conhecimento indisponível. Isso por si só destrói todas as reclamações de qualquer ateu que não há evidência de Deus. Ele também demonstra o que cada teísta sabe - que os ateus são quase invariavelmente  arrogantes fazendo afirmações tolas que eles não podem sustentar. Demissão de toda a evidência não é um argumento contra Deus. É mera negação da realidade que de fato existem evidências infinitas para a existência de uma causa primeira. Alegando não há nenhuma evidência de Deus equivale a afirmar ter provado que todas as evidências propostas  estão erradas. Isso nunca foi feito por ninguém, nunca. Além disso, alegando que qualquer evidência proposta está errada ou insuficiente, não prova que ela é de fato errada ou insuficiente. Pior, mesmo que fosse capaz de refutar verdadeiramente todas as provas propostas,  ainda não implicaria que não há Deus. Pode haver outras evidências que se desconhece, as ferramentas de análise erradas e métodos podem ter sido utilizados para a concepção de provas.

O ateu, embora ele sempre vai negá-lo, por causa de desejos pessoais que não há Deus, é sempre deixado sem nada para fundar suas próprias crenças. O que vemos em vez disso? Nada além de negação e tentativas desastrosas para fugir a sua parte do ônus da prova. Ateus sempre fogem  pela mera objeção capciosa e, como sempre, negam  de que eles ainda têm tal fardo. Mas eles têm um fardo de qualquer maneira - esquivando-se ou não, admitindo ou não.
Os ateus tendem a assumir que se um não tem provas da existência de Deus, então deve-se acreditar que Deus não existe. Falso. O que o ateu não consegue ver é que o ateísmo é tanto uma afirmação de conhecimento "Não há Deus", como o teísmo da "Há um Deus". Assim, como Ravi Zacharias diz:

"Negação do ateu da existência de Deus precisa apenas tanta comprovação como faz a alegação do teísta; o ateu deve dar razões plausíveis para rejeitar a existência de Deus ".

Considere as seguintes provas, por exemplo:
A informação é evidência de Deus. Informação em si é metafísica. A lógica é metafísica. A moral é metafísica. A avaliação de beleza é metafísica. Álgebra  é metafísica. Agora, se as coisas metafísicas existem, então, isto em si é mais uma evidência para a possibilidade e a probabilidade da existência de Deus, que, pela própria definição, em sua essência é espirito que é metafísico! Mas os ateus afirmam que não há tal coisa como um algo "metafísico". Tudo é matéria e energia.
Assim, o ateísmo é pouco diferente do que a loucura, pois afirmar que nada metafísico existe é tão irracional quanto alegar que a informação não existe! Então de onde é que o ateu obtêm esta saborosa  informação que está lendo ?! Sabemos informação é metafísica porque é sempre diferente do meio em que  é armazenada.  O HD armazena informação codificada, mas não é a informação .  O software não é o hardware. A tinta no papel em um livro, por si só não é a informação. É apenas um corante. Tinta no papel, pela forma como ela é utilizada e estruturada para formar símbolos que, por sua vez, representam conceitos e significados específicos, é apenas o recipiente, o meio através do qual a informação é transmitida. Todos os sistemas de símbolos implicam metafísica e inteligência. Os símbolos coletivos, pela forma como são organizados no papel podem conter informações significativas que uma mente entende, pois  conhece a convenção simbólica, ou código, utilizado. Mais uma vez, os pixels em sua tela não são as informações que eles contêm. Eles são meros pontos de luz coloridos. No entanto, os pixels codificam a informação que requer uma mente - uma mente que tem sido ensinada e que aprendeu a convenção símbolica usada ( ou seja, o alfabeto ou os ícones) - para interpretá-lo. Essa informação não é aleatória - não é uma mancha sem sentido - mas é estruturada e semântica. Tem sintaxe, semântica (significado) e finalidade. Nenhuma convenção simbólica (código) é sem propósito. Mas o próprio conceito de propósito implica intenção que implica mente e vontade. Informação algorítmica codificada é um sistema de símbolos, se esse sistema de símbolos for tal como o Inglês ou alfabetos hebreus ou os produtos químicos AT/CG de DNA. Tais sistemas de símbolos não podem existir sem inteligência (que implica intrinsecamente origem inteligente) demonstrando assim que a inteligência metafísica deve existir a fim de explicar os níveis gigantescos de informação algorítmicos contidos na molécula de DNA. Essa inteligência - dada a sua complexidade, profundidade e complexidade - é melhor e mais simples (Navalha de Occam) explicou por que os homens sempre chamaram de "Deus". O criador inteligente.

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum