Evidências de Deus , uma fé racional

este forum tem o propósito de organizar e juntar evidências científicas, filosóficas e racionais pela existência do Deus da biblia


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

O Big Bang é finamente ajustado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 O Big Bang é finamente ajustado em Seg Dez 29, 2014 2:03 pm

O Big Bang é finamente ajustado

http://aeon.co/magazine/science/why-does-the-universe-appear-fine-tuned-for-life/

Modelos big bang atribuem uma densidade de energia - a quantidade de energia por centímetro cúbico - para o estado inicial do cosmos, bem como uma taxa inicial de expansão do próprio espaço. A evolução subseqüente do universo depende sensivelmente da relação entre esta densidade de energia e a taxa de expansão. Embale a energia muito densa e do universo acabará recontraindo em um big crunch; espalhá-a fina demais, e o universo se expandirá para sempre, com a matérias diluindo-se tão rapidamente que as estrelas e as galáxias não se podem formar. Entre esses dois extremos há uma história altamente especializada em que o universo nunca recontrata e a taxa de expansão eventualmente diminui para zero. No jargão da cosmologia, esta situação especial é chamado W = 1. A observação cosmologica revela que o valor de W para o universo visível no momento é muito próximo a 1. Este é, por si só, uma descoberta surpreendente, mas o que é mais, o modelos originais do Big Bang nos dizem que W = 1 é um ponto de equilíbrio instável, como uma bola de gude perfeitamente equilibrada em um pote virado. Se o mármore passa a ser exatamente no topo ele vai ficar lá, mas se ele é deslocado até mesmo um pouco desde o início ele irá rapidamente rolar mais e mais rápido longe desse estado especial.

A constante cosmológica

http://worldview3.50webs.com/mathprfcosmos.html

A fim de que a vida seja possível no universo, o poder explosivo do Big Bang precisava ser extremamente alinhado com a quantidade de massa e equilibrado com a força da gravidade, de modo a ter uma expansão de velocidade muito precisa. Esta expansão da velocidade muito exata do universo, é chamado de "Constante Cosmológica". Se a força da explosão fosse um pouco fraco demais, a questão da expansão teria entrado em colapso de volta sobre si mesmo antes de quaisquer planetas adequados à vida (ou estrelas) tivessem a chance de se formar, --- mas se o estrondo fosse um pouco forte demais, o matéria resultante teria sido apenas o gás de hidrogênio que era tão difusa e expandindo tão rápida, que não há estrelas ou planetas que pudessem ter sido formados.

Gregg Easterbrook escritor Ciência explica o poder do balanço explosivo necessário do Big Bang, dizendo que, "Os pesquisadores calcularam que, se a razão da matéria e da energia para o volume de espaço ... não tinha sido dentro de cerca de um quadrillião de um por cento do ideal no momento do Big bang, o universo incipiente teria entrado em colapso sobre si mesmo ou sofrerido os efeitos da relatividade runaway "(grifo meu). (ref. G.Easterbrook," A ciência vê a luz ", The New Republic, outubro .12, 1998, p.26).

Em termos de taxa de expansão do universo como resultado do Big Bang:. "O que é ainda mais surpreendente é como delicadamente equilibrado que a taxa de expansão deve ser para existir vida Ela não pode diferir em mais de uma parte em 10^55 a partir da taxa real . " (Ref: H.Ross de 1995, conforme já referido, p.116). (Nota: 1055 é o número 1 com 55 zeros --- e 1055 é sobre o número de átomos que compõem o planeta Terra).

A PROBABILIDADE: As chances podemos conservadoramente atribuir a este: Foi cerca de uma chance em 10^21 de que a força do Big Bang poderia ter sido aleatoriamente devidamente equilibrada com a massa e gravidade do universo, a fim de que estrelas e planetas se formarem , para que a vida poderia existir aqui no nosso cosmos.

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum