Evidências de Deus , uma fé racional

este forum tem o propósito de organizar e juntar evidências científicas, filosóficas e racionais pela existência do Deus da biblia


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Um caso cumulativo para teísmo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Um caso cumulativo para teísmo em Sex Jun 13, 2014 7:41 am

Um caso cumulativo para teísmo

http://elohim.heavenforum.org/t99-um-caso-cumulativo-para-teismo



As etapas epistemológicas progressivas  para chegar ao monoteísmo cristão são as seguintes:

1. falácia lógica do ateísmo forte
2. Ponto lógico  de partida ao agnosticismo
3. A compreensão adequada da ciência e da busca da verdade, considerando as duas opções possíveis que explicam a causa de nossa existência e do mundo físico : uma causa inteligente, ou uma não-inteligente. Isto não é uma falsa dicotomia, pois todas as propostas possíveis entram para uma das duas categorias. Para chegar a conclusões corretas, a opção design, projeto, criação, causa inteligente não pode ser esclusa a priori, como o naturalismo metodológico faz, eliminando a possibilidade de projeto inteligente de antemão.
4. Encontrar evidências sujeitas a falsificação, que , se apresentando sólidas, apontam claramente para inteligência.
5. Causalidade inteligente conduz ao teísmo/deísmo/panteísmo agnóstico.
6. Exclusão de deísmo e panteísmo mediante examinação das evidencias, e explicação melhor mediante teísmo
6. Razões específicas baseadas em várias inferências levam à conclusão de um  Infinito Criador.
7. Religiões comparadas e evidências apontam para a historicidade do Deus dos hebreus/Abraão.
8. A evidência interna dá a escolha a uma das propostas -  judaísmo. Islã, Cristianismo e Cristianismo reformado/evangélico/nascidos de novo

Mesmo se você provar que esse mundo passa a existir devido à inteligência ou poder mais alto, você ainda não "provou" o Deus da Bíblia ou o Deus de Abraão. Isso deve ser feito através de argumento de caso acumulativo ... e mesmo assim ... é um argumento via fornecendo evidências .... Não é a mesma coisa como prova empírica.

O primeiro problema que temos é que "prova" requer honestidade por parte da pessoa que examina a prova ou as evidências.

Se a pessoa que está sendo apresentada com as evidências não permite a evidência pela definição de um campo específico de estudo, então você tem todo um sistema que nega determinadas provas.

Em apologética de provas contemporâneas (em vez de apologética pressuposicional) vamos construir argumentos de casos cumulativos começando com as provas científicas. Primeiro, precisamos mostrar que é perfeitamente científico incluir como possível explicação e identificar um agente inteligente, mesmo que não prova que inteligência é. Em seguida, passamos a mostrar evidências de que a origem dos sistemas cosmológicos, astrofísicos , químicos, e biológicos são da melhor maneira explicados mediante a ação de uma entidade inteligente, explicação mediante a análise de ciências histórias e operacionais, que permitem conclusões sobre acontecimentos do passado.

Você já viu um programa de TV em que um criminoso está sendo levado a julgamento, e os policiais ou os promotores  lamentam sobre o fato do caso ser inteiramente "circunstancial"? Ou talvez o advogado de defesa está confiante em uma vitória por causa desse fato? Estes cenários (imaginários) retratam a evidência "circunstancial" de uma forma negativa. No entanto, o fato da questão é que, se você tem provas circunstanciais suficientes, então seu caso torna-se quase hermético. Casos acumulados circunstanciais são incrivelmente poderosos quando considerados em sua totalidade.

Quanto mais as diferentes formas de evidências , mais a conclusão se torna razoável. Como jurados consideram estas grandes coleções de evidências implicando um especial suspeito, eles próprios têm de fazer uma pergunta simples: "Poderia esse cara só ser extremamente azarado, ou ele é a causa de toda esta evidência porque ele é realmente culpado?" As  evidências repetidas apontam para o réu, o menos provável é meramente uma questão de coincidência. O caso cumulativo para a existência de Deus é igualmente poderosa. Há uma série de linhas de evidências circunstanciais apontando para a existência de Deus, e a diferente natureza coletiva destas provas é mais razoavelmente explicada pela existência de um Criador.

A origem do universo (às vezes chamado de argumento cosmológico: se o universo teve um começo, SEU Iniciante quem é?)
O ajuste fino do universo (às vezes chamar o argumento de design, ou o argumento teleológico)
A origem da vida (um problema intratável Cientificamente)
A biodiversidade não pode ser explicada de forma satisfatória mediante a teoria da evolução ( macro evolução )
O naturalismo não consegue explicar a existência do pensamento, e do espirito immaterial.
O naturalismo não consegue explicar a consciência, e a habilidade de comunicação dos seres humanos ( falar )
O Argumento da Razão (como podemos raciocinar se a razão não nos produziu ?)

No próximo passo vamos sair do campo da ciência, e iremos fazer uma análise teológica e filosófica. O cientificismo como método epistemológico que exige e aceita apenas provas empiricas foi descartado nos círculos filosóficos há 50 anos . A afirmação "A fim de que uma sentença seja significativa e informativa, ela deve ser capaz, a princípio, de ser verificada empiricamente, ou falsificada" é em si incapaz de ser verificada ou falsificada. A ciência tem seus limites. 1
Após descartar o panteísmo e deísmo, defendemos o teísmo agnóstico. Teísmo agnóstico é um passo na progressão do argumento cumulativo para o Deus de Abraão ... mas você deve primeiro atingir o teísmo agnóstico antes de prosseguir para candidatos "criadores".
Em seguida, passamos a discutir a auto-existência (asseidade) ... a auto-existência  e outros argumentos que fundamentem um Criador eterno ... de lá defendemos um Criador infinito ... de lá defendemos um infinito Criador ... e depois do Criador Infinito o monoteísmo
e depois do monoteísmo o monoteísmo ortodoxo histórico sendo o Deus de Abraão. A pesquisa deve ser feita em etapas, mas exige honestidade da parte da pessoa que examina o caso cumulativo ... e muitas vezes envolve remover os antolhos do naturalismo / materialismo na ciência.
Islamismo, cristianismo e judaísmo ortodoxo todos partilham este argumento cumulativo para o Deus de Abraão .... e como proceder no caso cumulativo para o cristianismo é um passo muito mais detalhado.

Em última análise, nós não estamos falando de "prova" como na experimentação repetida ... mas sim uma preponderância das evidências.

Não há nenhuma prova empírica para a ressurreição ou o nascimento da virgem maria. Estes também são baseados na fé e no caso cumulativo feito para o cristianismo. Em última análise, é a convicção do Espírito Santo para acreditar nos milagres de Jesus e Sua Senhoria / Divindade.



Seguindo para um caso cumulativo para o Cristianismo

O caso de prova para o cristianismo é um caso muito forte, porque é baseado em uma série de provas circunstanciais. Cada peça adiciona peso ao caso cumulativo para o cristianismo. A negação de qualquer  pedaço de evidência é como tentar remover uma pedra de uma única poderosa fortaleza: você pode pensar que você tenha feito algo até que você percebe a fortaleza é construída sobre uma base maciça. No entanto, para negar o suficiente as provas para tentar abalar a fundação requer tão extremo céticismo  (e sem fundamento) que o ceticismo não resiste a uma crítica mais consistente.

É realmente impossível listar todas as evidências em favor do cristianismo, e também aqueles em oposição ao naturalismo, mas aqui estão alguns dos mais importantes:

1.Os documentos do Novo Testamento são  historicamente confiáveis.
2. A evidência histórica do Novo Testamento mostra que Jesus realmente veio para esta terra, e que  é Deus encarnado. Esta afirmação de divindade foi comprovada por seus milagres / sua autoridade de falar, suas ações, e sua ressurreição.
3.Todas estas coisas eram sobre Jesus profeticamente predito por Deus na Bíblia com especificidade.
4. Há muitas evidências que Deus faz milagres ainda hoje.
5. Portanto,  há evidência histórica confiável de que Jesus é a encarnação do Deus de Israel.
6.Jesus está voltando e os sinais do fim dos tempos que foram preditos na Bíblia estão acontecendo bem na frente de nossos olhos
7.Testemunhas críveis viram a vida após a morte e voltaram e relataram para nós isso e é precisamente como a Bíblia descreve

Cada um desses, é claro, tem seus contra-argumentos, mas para cada um a força do contra-argumento é que a maioria prefere uma explicação natural para a sobrenatural ... mesmo se a explicação natural é insatisfatória, sem apoio, e improvável (Comparado ao sobrenatural). Mas há apenas tantas vezes você pode plausivelmente negar peças do caso cumulativo antes de ter ido ao fundo do poço em uma hiper-ceticismo que você nunca se aplicaria a qualquer decisão racional que você faria em qualquer outra área da vida.

1) http://elohim.heavenforum.org/t206-verificacionismo-e-falsificacionismo

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum